terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Insone com sono

Nasci de duas pessoas muito boas. É claro que não conseguiria grande progresso nesta vida. Mas uma qualidade elas têm, a de nunca esmorecer. E assim eu sigo, não esmorecendo cada vez mais.Tenho ajuda de algumas substâncias coadjuvantes, mas quem hoje em dia não as tem? Porém, sempre me faltou o sono. E Hoje em dia mais ainda. Não me julguem mal, não sou um insone. Quando tenho sono durmo facilmente. Acho que o insone é aquele ser que apesar do sono rola na cama como se esta fosse um canhão entupido. Eu não. Bate-me o sono e durmo com os passarinhos. Mas sinto o cansaço, que ainda não sei definir de onde vem, pois não é um cansaço do labor. Talvez seja um cansaço que vem dele mesmo, e por isso não se pertence. Pois é claro, ninguém pertence ao que se é. E quando me bate essa tensão me ponho a escrever qualquer asneira. Sei que o sono gosta de bobagens, quem sabe assim não atraio devaneios de bolhas de sabão.

Pássaros, segurem minha alma, que o que não é certo a gente sabe de antemão, sem saber. No fundo todos nós sabemos tudo. Há um conhecimento que vai além do simples pensamento, e que se chama instinto. Quem não concordar está se enganando, ou não tomou no cu o suficiente ainda. Alguém aí já pensou em que idioma pensa? Pois é. Pensem nisso.




 Como hoje não sou tão bonzinho assim acho que eu chego lá.



.

Nenhum comentário: