sexta-feira, 21 de julho de 2017

Poema Sem Nome



Em seus ternos lenços

Um abraço

Em suas mãos

Uma nuvem

Em seus olhos maravilhosos

Os meus




Nenhum comentário: