quarta-feira, 9 de abril de 2014

One of those nights

Eu estava assistindo uns programas na televisão, esperando o sono chegar, quando parei num canal de sexo quase explícito. Pensei: "Porra, não posso ver isso aqui com minha mãe dormindo no sofá!" Então eu levantei e resolvi dar uma volta pelo lindo e maravilhoso bairro de copacabana às 3 da matina.

Eu que já havia descoberto que o segredo do rivotril reside no álcool que você ingere depois dele era um cara pra frentex. Mas quando a gente é um músico fodido e gente toma mesmo rum com rivotril, e não uísque escocês. Mas a diferença é mínima. Na vida, ou você morre chique ou pobre, ambos tristes. Pois bem...

Saí pela rua. O porteiro do prédio babava seus sonhos no grande banco de madeira de lei remanescente do Homem, ou seja, quase em extinção. Nem me viu abrir a porta e sair fora. Deixei ela entreaberta só pra que o alarme soasse nos seus ouvidos em 1 minuto. Adoro fazer isso. Deixa ele ativo! Pronto para qualquer emergência. De fato, estou fazendo um bem a ele. Assim como  faço com os velhos desesperados por um assento no metrô, e eu não levanto e não cedo o lugar. Lugar de velho é em pé, assim eles ficam mais fortes e vivem mais, estou errado?

Saí do prédio e andei até a esquina. Uma maluca gritou assim que passei por ela: "Tô com setenta anos, vou aprender a beijar agora!" E eu pensei comigo mesmo:...... Não. melhor não dizer o que eu pensei.  Virei a esquina e dei com um negro, meio magro, mas alto, com cara de assaltante e gorro de pivete. Ele veio pra cima de mim. Pediu meu dinheiro e eu disse: "Aí, cumpadi, eu vendo droga, vai mexer comigo hoje?" Ele saiu batido. Isso sempre funciona. Eu tenho asco de cigarro, não fumo, e se uma mulher acender um incenso perto de mim eu meto a mão nela. Mas sempre funciona.

Dizem que tenho cara de mau. Mas sou a pessoa mais doce do mundo. Vai ver por isso o mundo fode o meu cu. Se pelo menos eu gozasse... mas nem disso eu gosto, agora comer um cu eu sei muito bem, pode crer, formado em Stanford.

Continuei minha caminhada pela madrugada de copacabana - princesinha do mar. Ahaha! Andei uns 200 metros e encontrei uma inglêsa toda doidona. Sempre que eu saio sozinho algo acontece. Se estou acompanhado é um tédio. As surpresas na vida precisam de preparação e solidão. Ela estava sentada num degrau de uma portaria contando uns trocos pequenos. Deu pena. O que uma pobretona vem fazer em copacabana? Eu prefiro ser pobre na Espanha do que na merda do Rio de Janeiro. Falei com ela qualquer coisa. Ela não entendeu. Falei mais. Ela não entendeu. Botei o pau pra fora. Ela sacou.

Levei ela pra um beco que só eu conheço (mentira). Mas que só os filhos de copacabana conhecem bem, e comecei a roçar nela. A coisa estava esquentando, e eu já estava tirando a calça dela quando de repente ela profere a célebre frase louca e feminina: "Quero ter um filho seu." Saí correndo. Tenho mais medo de assaltante do que de estrangeira senil.

Mudei meu curso - fui em direção ao mar. Gosto do mar. Gosto de pegar meu violão e tocar pra mim mesmo. É assim que conheço pessoas. Basta um violão e elas se achegam a mim. Acham que tem o direito de colar em mim só porque sou artista. Geralmente mando elas à merda. Porque não me deixam ensaiar em paz?

Um velho atlético passa por mim, pára, ouve, assiste, e resolve puxar papo. Puta que pariu, já não me basta o metrô? Digo a ele que não vou levantar pra ele sentar. Ele não entendeu. Fala comigo numa língua louca que parece com dutch e francês americanizado. Diz que vai me fazer ficar famoso, que é um produtor de LA. Que a vida é bela e outras bocetas assim... Digo que já tenho boceta demais e que na verdade to de saco cheio de comer boceta e não tem dinheiro pra comer um sushi sozinho. Óbvio que o velho não pescou o pensamento. Então continuou com o papo de me levar para fora, fazer de mim um pop star, etc e tal. Perguntei se ele era casado. Ele disse que sim. Perguntei onde ele estava no Rio? E ele acabou me levando pro apartamento dele.

Quando cheguei lá uma coroa muito da boazuda atendeu a porta. Parti logo para o plano: embebedar o velho e realizar o milagre de engravidar a coroa de 50 anos, se fosse possível isso.

Deu certo. Acordei às 5 da matina com a coroa me amando mais que o seu poodle. O velho...acho que morreu de tanto beber no sofá. Foda-se, não é meu problema, não dei bebida a ele e sou a favor do livre arbítrio.

A velha ficou louca por mim. Usamos ácido para desaparecer com o corpo do idoso mentiroso. E nos mandamos para Palma de Maiorca onde ela possuía uma pousada chique.

Quando chegamos lá, tratei ,logo de assumir o comando da casa. Despejei todos os hospedes, menos a secretária, que era um tesão de espanhola. Comi a secretária na frente da velha (que era fetichista) por noites e dias seguidos. Até que ela ficou muito puta e me expulsou do lugar. Fui parar na Inglaterra, afinal sou neto de inglês, porra. Trabalhei como sapateiro por uns tempos até juntar uma grana e voltar para a merda de copacabana.

Cheguei em tempo de ainda ver a merda do programa da globo news de manhã.

PS: Não vou corrigir este texto, vocês que se virem! E fodam-se, big time.








7 comentários:

Anônimo disse...

Estas loco

Anônimo disse...

De q tienes miedo?de q me haga vieja...de q me muera...tienes miedo!!....yo te he querido...no lo dudes nunca...

Anônimo disse...

Yo no le tengo miedo a la vejez...ni a la muerte...no se porque...igual es patológico....cree q soy una enferma?

Anônimo disse...

Fernando q es la única persona q me conoce...porque me quiere....a veces me mira ...y piensa q no soy normal....s mi me gusta no ser normal....pero a veces cuesta mucho

Anônimo disse...

Yo siempre te he querido...y nunca te hubiera desprotegido...me mataste....espero q entiendas q eso no se hace....ya me da igual lo q me ocurra.....me mataste...y tu pensabas q me querías!!!...,como pudiste hacerme eso a mi?.......,tus quejas son de vieja....

Anônimo disse...

En realidad me gusta mucho...como se defiende de sus miedos...

Anônimo disse...

Es normal q lo piense....yo me siento como cuando tenía 15....jajaja...de verdad...tengo las ilusiones intactas...vc no debería estar derrotado ....el amor es maravilloso...y la vida ...también...sólo hay q aceptarlos como son....yo no me arrepiento de haberme enamorado...a pesar de todo lo q he sufrido...cuidese!!!!...
..si me tuviera enfrente volvería a desear meterme mano....y yo a besarlo...yo no soy una araña....soy una mujer de la q se ha enamorado...es posible q si nos hubieramos rozado más de una vez.....hubiera sido peor....