quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Papel e ilusão

Quando o tempo passar
E a vida for chegando perto de chegar
Se lembre ainda resta uma migalha de ilusão

Quando a fome apertar
E tudo for faltando perto de faltar
Se lembre ainda resta uma migalha de ilusão

Vou te contar uma história
O amor vem na hora que tem que chegar
Nada é pra sempre
Mas bem de repente a gente não pode acabar

Quando o vazio chegar
E a música se acabando for se acabar
Se lembre ainda resta um pedaço de papel

E se esse vazio vingar
E a música se calando de fato calar
Se lembre ainda existe um papel e uma ilusão

Vou te contar uma história
O amor vem na hora que tem que chegar
Nada é pra sempre
Mas bem de repente a gente não pode acabar

(Essa é a letra da primeira, ou segunda música, que fiz na minha vida. Quem quiser pode ouvi-la no site: www.myspace.com/alansommer1)

Deixem um comentário, por favor.

Nenhum comentário: